Programa Alimentação Consciente Brasil capacita profissionais da Rede Municipal de Ensino de Pedreira

De acordo com organizações de saúde, o baixo consumo de frutas, hortaliças, grãos e legumes e o alto consumo de alimentos de origem animal aumentam o risco de diversos problemas de saúde pública como obesidade, diabetes e câncer, além de estarem diretamente relacionados a graves problemas ambientais como desmatamento e uso excessivo de água.

A Prefeitura de Pedreira através de sua Secretaria Municipal de Educação em parceria com a Alimentação Consciente Brasil, está implantando novas políticas alimentares para impulsionar o consumo de alimentos de origem vegetal e diminuir o consumo de alimentos de origem animal.

A representante Renata Scarellis destacou que o Alimentação Consciente Brasil é um programa que promove saúde e sustentabilidade incentivando mudanças nas políticas alimentares de instituições que servem refeições em larga escala. “O programa é uma iniciativa da ONG Internacional Mercy For Aniimals, com sede nos Estados Unidos, que atua há mais de duas décadas em prol da saúde na adoção de políticas e escolhas alimentares”, enfatizou Scarellis.

Neste primeiro treinamento estiveram presentes as diretoras das escolas municipais, membros do Conselho Municipal Rural, Conselho Municipal de Alimentação Escolar, além das coordenadoras do setor de Merenda Escolar. “Todas as profissionais que preparam diariamente nossa Merenda Escolar estarão recebendo treinamento, inclusive com a preparação das receitas elaboradas especialmente para Pedreira, ressaltando que nossa cidade é a primeira no interior do Estado de São Paulo a implantar o programa Alimentação Consciente Brasil”, destacou a secretária de Educação Mariângela Rodrigues.

As merendeiras de Pedreira aprenderam a preparar refeições sem nada de origem animal. Elas aprenderam a preparar Macarrão ao sugo com PTS, Quibe com recheio de abóbora, Estrogonofe de legumes e arroz, Polenta à bolonhesa, Almôndegas ao molho de tomate, Feijoada nutritiva, Arroz com acelga, que serão saboreados pelos alunos da rede municipal. “Além de palestras teóricas e aulas práticas para as merendeiras, diretoras de escolas e nutricionistas, também foi distribuído um caderno de receitas com os novos cardápios”, destacou a nutricionista Aline Ruffi.

O programa Alimentação Consciente Brasil não possui fins lucrativos e oferece gratuitamente todo o suporte para que instituições públicas e privadas substituam pelo menos 20% dos ingredientes de origem animal hoje oferecidos por ingredientes de origem vegetal.

Compartilhar

ACESSIBILIDADE

Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas: Alt + [ de atalho]

Atalhos de navegação:

Tamanho da Fonte/Contraste
Por Favor, aguarde...