Orquestra Sinfônica traz para Pedreira ‘As Quatro Estações’ de Vivaldi

A Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas estará nos dias 5 e 6 de outubro, desenvolvendo o Projeto ‘Sinfônica Visita a RMC’, que tem como levar a música da Sinfônica as cidades que compõem a Região Metropolitana.

Na sexta-feira, 5 de outubro, o concerto será em Pedreira, a partir das 20 horas, nas dependências da Igreja Matriz de Sant'Ana, no sábado, 6 de outubro, a apresentação ocorrerá na cidade de Morungaba, que recebe o espetáculo no Teatro Municipal.

Priscila Plata Rato será a solista e regente convidada da Sinfônica de Campinas, para a fantástica obra ‘As Quatro Estações’ de Vivaldi. O concerto terá a regência do violinista e maestro convidado Emerson Kretschmer.

Emerson graduou-se pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), nas classes dos professores Hella Frank e Marcello Guerchfeld, teve aulas com o violinista Fernando Hasaj em Montevidéu e especializou-se na Internationale Sommerakademie Mozarteum em Salzburgo (Áustria). Tem atuado como solista em várias orquestras, entre elas a própria Ospa, a de Câmara da Ulbra, a da Unisinos e a Sinfônica de Caxias do Sul. Participou das gravações de vários CDs, bem como das trilhas sonoras dos filmes ‘Concerto Campestre’ e ‘Sal de Prata’. Realizou turnê pela Europa como integrante da Orquestra de Câmara Solistas de Salzburgo, participando de um registro fonográfico na Alemanha. Em 2006, em turnê pela Argentina, recebeu nota máxima do crítico Héctor Coda, que escreveu no jornal La Nación: “Com um arco seguro e com um som maravilhoso, o solista desempenhou uma performance ao nível dos grandes solistas”. No mesmo ano, ganhou o concurso para spalla da Ospa. Ocupa também o posto de spalla da Orquestra de Câmara da Ulbra.

O programa a ser apresentado é uma das obras mais conhecidas e admiradas de Vivaldi e uma das obras mais importantes do período barroco. Antonio Vivaldi nasceu em Veneza em 4 de março de 1678 e morreu em Viena em 28 de julho de 1741. ‘As Quatro Estações’ é composta por quatro concertos para violino e Orquestra, especificando nitidamente cada uma das estações. Esta obra foi publicada em 1725 e fez com que Vivaldi ficasse conhecido do grande público.

Antonio Lucio Vivaldi nasceu em Veneza em 1678. Era o mais velho de sete irmãos. Seu pai era barbeiro e também um talentoso violinista, alguns chegaram a considerá-lo como um virtuose do instrumento. Depois de iniciar o primogênito na música, matriculou-o, ainda pequeno, na Capela Ducal de São Marcos, para aperfeiçoar seus conhecimentos musicais e induziu-o a estudar Teologia. Em 1703, aos 25 anos, Vivaldi foi ordenado Padre. Mas um ano depois abandonou as missas para dedicar-se apenas à música. Permaneceu padre, trabalhava para a igreja, apenas não rezava missas.

Compartilhar

ACESSIBILIDADE

Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas: Alt + [ de atalho]

Atalhos de navegação:

Tamanho da Fonte/Contraste
Por Favor, aguarde...