Fique por dentro das notícias de Pedreira, acompanhe as políticas públicas municipais, as ações e programas da administração.

  • 27/03/2020 - Secretaria de Meio Ambiente de Pedreira lava locais públicos com Hipoclorito e Água para combater o Coronavírus

    A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Pedreira iniciou nesta semana uma operação especial de lavagem, desinfetando pontos específicos da cidade em medida de combate ao Coronavírus.

    A alternativa foi tomada após determinação do prefeito Hamilton Bernardes Junior e do Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus. "A higienização das vias se faz necessária para que possamos minimizar, ao máximo, a circulação desse vírus", reforçou o prefeito Bernardes.

    A limpeza vem sendo feita com Hipoclorito e Água, mistura eficaz no combate, eliminação e circulação de microorganismos como bactérias, fungos e vírus que podem causar infecções. “Os locais podem ser frequentados após 15 minutos de aplicação”, enfatiza o secretário de Meio Ambiente Paschoal Loner.

    Para realizar a limpeza estão sendo utilizados um Trator, uma Caminhonete, além de equipe devidamente equipe com EPI – Equipamentos de Proteção Individual.

     

    DICOM – DEPARTAMENTO DE IMPRENSA E COMUNICAÇÃO

    PREFEITURA MUNICIPAL DE PEDREIRA-SP

  • 27/03/2020 - Escola da Água está com inscrições abertas para o novo curso online “Resiliência aos Eventos Extremos”

    A Escola da Água e Saneamento, uma inciativa do Consórcio PCJ em parceria com a ARES-PCJ e Agência de Bacias PCJ, está com as inscrições abertas para o novo curso online “Resiliência aos Eventos Extremos – Case Piscinões Ecológicos e Bacias de Retenção”, no site escola.agua.org.br.

    O curso é composto por três encontros virtuais que abordarão as mudanças climáticas ao longo dos anos e sugere ações de contingenciamento para os impactos gerados por esses fenômenos.

    Chuvas como as registradas no primeiro trimestre de 2020 em várias cidades do Sudeste expõe a necessidade urgente dos municípios se preparem melhor para a ocorrências de eventos hidrológicos extremos. Para se ter ideia, apenas em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, choveu no trimestre quase o esperado para o ano todo, foram 1580 mm até o dia 21 de março, quando o esperado para o ano todo é 1603 mm, segundo o Climatempo. As precipitações em São Paulo no mês de fevereiro foram as mais volumosas dos últimos 70 anos e causaram estragos na capital e na Baixada Santista.

    Aplicado pelo assessor técnico do Consórcio PCJ, Flávio Forti Stenico, o curso mais recente da Escola da Água tem o objetivo de capacitar comunidade e gestores públicos com medidas para amenizar os impactos de picos de precipitações nas cidades e área rural. A primeira videoaula aborda o tema “Eventos Climáticos Extremos”, com apresentações de dados sobre as variações de temperatura e como isso está alterando as precipitações atuais. Além disso, a videoaula conta também com a participação da pesquisadora do Cepagri da Unicamp, Ana Ávila, que realiza análises sobre o cenário climático atual e futuro.

    A segunda videoaula trata sobre “Piscinões Ecológicos Urbanos” e atenta para a sua eficiência em reservar água durante fortes chuvas, ao mesmo tempo que promove a recarga gradual do lençol freático, aumentando a disponibilidade hídrica local. Na última videoaula traz como tema “Bacias de Retenção” suas vantagens em áreas rurais, ao melhorar o escoamento de água pluvial em estradas vicinais, reservando grandes volumes que irão recarregar também os lençóis freáticos dessas regiões, ampliando as vazões de rios e nascentes.

    Esse é terceiro curso online promovido pelo Consórcio PCJ em sua ferramenta digital. O primeiro ocorreu em 2018 e teve como tema “Ecoturismo”, e o segundo em 2019 sobre “Água e Saneamento – Disponibilidade e Sustentabilidade”. A ampliação da iniciativa com a Escola da Água e Saneamento busca atender o público de educadores, mas também os técnicos da área de Saneamento.

    A partir de abril um novo curso será iniciado online: “Os ODS e a Agenda 2030”, como parte das capacitações do projeto Gota d’Água 2020, que terá como tema “Os ODS na construção do mundo que queremos”. O projeto pretende capacitar educadores e alunos sobre a importância dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.

    A Escola da Água e Saneamento nasceu da parceria entre Agência das Bacias PCJ, ARES-PCJ e Consórcio PCJ, com a assinatura do termo de Cooperação Institucional em 28 de setembro de 2018, com o objetivo de criar uma central de cursos na área de saneamento e recursos hídricos, para capacitar operadores e técnicos dos serviços de abastecimento e, assim, gerar melhoria nos serviços prestados à população. A condução do projeto ficou à cargo do Consórcio PCJ.

    Em seu primeiro ano de existência, a Escola da Água já formou quatro turmas do curso presencial “Instalação e Manutenção de Redes e Ramais de Água e Esgoto”, e a aplicação de dois cursos de EAD (Ensino à Distância), pela plataforma on line, com os temas de “Ecoturismo” e “Água e Saneamento”. O último curso presencial aconteceu na cidade de Piracicaba (SP), entre os dias 04 e 19 de novembro. Em apenas um ano, foram quase 300 alunos capacitados pelo projeto.

    Mais informações sobre a Escola da Água e Saneamento podem ser obtidas no site www.agua.org.br/cursos ou pelo site da escola: www.escola.agua.org.br.

     

     

    DICOM – DEPARTAMENTO DE IMPRENSA E COMUNICAÇÃO

    PREFEITURA MUNICIPAL DE PEDREIRA-SP

  • 27/03/2020 - Pedreira está em quarentena, porém a população deve continuar o combate a Dengue

    A Secretaria de Saúde de Pedreira durante a quarentena de combate ao Coronavírus suspendeu as visitas técnicas em residências no trabalho de conscientização de Combate a Dengue.

    Com hábitos diurnos, o Mosquito da Dengue se alimenta de sangue humano, sobretudo ao amanhecer e ao entardecer. A reprodução acontece em água limpa e parada, a partir da postura de ovos pelas fêmeas. Quando o foco do mosquito é detectado e não pode ser eliminado pelos moradores, como em terrenos baldios ou lixo acumulado na rua, a Secretaria Municipal de Saúde deve ser acionada para remover os possíveis criadouros.

    A secretária de Saúde Ana Lúcia Nieri Goulart pede para que a população aproveite que está em casa para verificar calhas, caixas de água, organizar e limpar seus quintais. “A equipe da Secretaria de Meio Ambiente continua com o Cata Bagulho, somente as vistas as residências foram suspensas. Não podemos relaxar no combate a Dengue”, enfatiza a Secretária de Saúde.

    Para o prefeito Hamilton Bernardes Junior a população deve se conscientizar e realizar ações para que Pedreira não sofra uma nova epidemia como no ano passado. “Vamos todos juntos enfrentar a Dengue”, ressalta o prefeito Hamilton Bernardes.

    Pedreira possui atualmente 7 casos positivos; 8 negativos; 67 casos notificados; 9 descartados e 28 casos aguardando resultados.

     

    DICOM – DEPARTAMENTO DE IMPRENSA E COMUNICAÇÃO

    PREFEITURA MUNICIPAL DE PEDREIRA-SP

  • 27/03/2020 - Decreto Municipal declara “Situação de Emergência em Pedreira”

    O prefeito Hamilton Bernardes Junior assinou, no dia 20 de março de 2020, Decreto nº 2.840, que declara “Situação de Emergência no Município de Pedreira”, definindo medidas para o enfrentamento da pandemia decorrente do Coronavírus.

    A partir da publicação no Diário Oficial do Município ficaram estabelecidas as seguintes medidas: I – podem ser requisitados bens e serviços de pessoas naturais e jurídicas, hipótese em que será garantido o pagamento posterior de indenização justa; II – nos termos do art. 4º da Lei n° 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, ficou autorizada a dispensa de licitação para aquisição de bens, serviços e insumos de saúde destinados ao enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Coronavírus; III – podem ser revistos ou readequados os contratos e convênios em vigência firmados pela administração direta ou indireta, com a finalidade de atender ao interesse público; realização compulsória de: a) exames médicos; b) testes laboratoriais; c) coleta de amostras clínicas; d) vacinação e outras medidas profiláticas; e) tratamentos médicos específicos; V– contratação por prazo determinado de pessoal para atendimento de necessidade temporária de excepcional interesse público conforme legislação em vigor.

    A Prefeitura Municipal de Pedreira determinou a prestação de jornada laboral mediante trabalho (home office) quando possível, até a decretação do fim da situação de emergência, ficando apenas em regime de trabalho ordinário o efetivo mínimo para funcionamento das repartições Públicas, exceto os servidores da área de saúde, segurança pública e saneamento básico.

    Para o enfrentamento inicial da emergência de saúde decorrente do Coronavírus, ficam suspensos, independentemente da aglomeração de pessoas, pelo período de 20 de março de 2020 a 05 de abril de 2020, todos os eventos públicos e privados de qualquer natureza, incluídas excursões, cursos presencias, missas e cultos religiosos. Visitação em hospitais a pacientes internados e presença de acompanhante nas unidades de pronto atendimento, exceto nos casos previstos em lei. Todas as atividades em academias, clínicas e centros de estética, instituto de beleza, boates, casas noturnas, pubs, bares noturnos, casas de espetáculos, museus, centros culturais e bibliotecas. Atividades de saúde bucal/odontológica, pública e privada, exceto aquelas relacionadas ao atendimento de urgências e emergências. Atividades em clubes, associações recreativas e afins, áreas comuns como as praças municipais, jardins, morro do cristo, boulevard, playgrounds, salões de festas, piscinas e academias em condomínios. Funcionamento de galerias, shoppings centers, comércios varejistas e atacadistas, restaurantes, bares e lanchonetes. Novas hospedagens em hotéis, pousadas e estabelecimentos congêneres. Atendimento presencial ao público nas agências de instituições financeiras, o funcionamento de casas lotéricas, caixas de recebimento e estabelecimentos congêneres. As instituições financeiras estão funcionando de forma parcial, com trabalhos internos e disponibilização aos clientes de caixas eletrônicos e outras linhas de atendimento, obrigando-se ainda a divulgar as formas de atendimento disponibilizadas à população, funcionando no mínimo das 10h às 15h.

    Excetuam-se às restrições os seguintes serviços e atividades essenciais: estabelecimentos médicos, farmacêuticos, psicológicos, laboratórios de análises clínicas, clínicas de fisioterapias, clínicas de vacinação, distribuidoras e revendedoras de água e gás, postos de combustíveis, delegacias, serviços de entrega em domicílio, hipermercados, supermercados e congêneres.  Podem funcionar para atividades internas, entregas delivery, balanços, inventário, pequenas reformas e trabalhos home office, quando possível.

    O prazo final de suspensão das atividades, 05 de abril de 2020, poderá ser prorrogado, caso as medidas preventivas adotadas pela Prefeitura Municipal de Pedreira não sejam suficientes para conter o avanço da contaminação da COVID-19. 

    O horário de funcionamento do Velório Municipal será das 7h até as 19 horas, e caso não haja o sepultamento até as 17 horas, o Velório deve ser fechado e reaberto somente no dia seguinte. Fica limitado o acesso de pessoas a velórios a 10 (dez) pessoas por sala. Fica proibida a entrada de crianças e idosos, exceto nos casos de parentes em linha reta ou colateral até o 2º grau do falecido. O velório terá duração de no máximo 4 (quatro) horas, com a proibição de aglomeração de visitantes pelas áreas internas e externas dos espaços destinados aos velórios.

    Os estabelecimentos onde são prestados os serviços essenciais deverão adotar as seguintes medidas preventivas: higienizar, durante o período de funcionamento e sempre quando do início das atividades, as superfícies de toque, preferencialmente com álcool 70% (setenta por cento), bem como água sanitária; higienizar, a cada 3 (três) horas, durante o período de funcionamento e sempre quando do início das atividades, os pisos, paredes, forro e banheiro, preferencialmente com água sanitária; manter à disposição, na entrada no estabelecimento e em lugar estratégico, álcool em gel 70% (setenta por cento), para utilização dos clientes e funcionários do local; manter locais de circulação e áreas comuns com os sistemas de ar-condicionado limpos (filtros e dutos) e, obrigatoriamente, manter pelo menos uma janela externa aberta ou qualquer outra abertura, contribuindo para a renovação de ar; manter disponível kit completo de higiene de mãos nos sanitários de clientes e funcionários; controlar a entrada de clientes para evitar aglomerações; estabelecer meios de distanciamento seguro entre as pessoas no interior do estabelecimento; priorizar, quando possível, atendimentos a distância, como contato telefônico, aplicativos, e outros meios eletrônicos. Recomenda-se aos prestadores de serviços essenciais que definam horários de funcionamento para atendimento exclusivo de pessoas com idade igual ou superior à 60 (sessenta) anos ou que façam parte dos grupos de risco.

    O não cumprimento das medidas estabelecidas no presente Decreto será caracterizado como infração à legislação municipal e sujeitará o infrator às penalidades e sanções aplicáveis e, no que couber, cassação de licença de funcionamento.

     

    DICOM – DEPARTAMENTO DE IMPRENSA E COMUNICAÇÃO

    PREFEITURA MUNICIPAL DE PEDREIRA-SP

     

  • 27/03/2020 - Funcionários da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente recebem palestra sobre como prevenir o Coronavírus

    A equipe de funcionários da Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente receberam na última semana, através de parceria com o Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, palestra ministrada pela enfermeira Izabel Cristina dos Santos Lima.

    Na oportunidade as equipes ouviram atentamente as informações da enfermeira Izabel, com destaque para as prevenções contra o Coronavírus. “Estes funcionários estão trabalhando diretamente na rua e devem tomar certas precauções, é importante trazermos informações que irão ajudá-los no dia a dia”, destacou Izabel Cristina.

    O secretário de Meio Ambiente Paschoal Loner reforça o pedido para que a população entenda que os cuidados com o meio ambiente também são uma questão de saúde pública. “Continuamos a realizar a coleta de lixo normalmente, porém pedimos a população que produza o mínimo de lixo possível nesse período de quarentena e que somente o disponha nas ruas nos dias em que o Caminhão da Coleta passa nos seus respectivos bairros”, ressalta o secretário Loner.

    Qualquer dúvida quanto à coleta de resíduos e os serviços prestados pela Secretaria de Meio Ambiente podem ser sanados pelo telefone: (19) 3852-2596.

     

    DICOM – DEPARTAMENTO DE IMPRENSA E COMUNICAÇÃO

    PREFEITURA MUNICIPAL DE PEDREIRA-SP

  • 27/03/2020 - Censo 2020 é adiado para 2021

    Como é do conhecimento de todos, a pandemia mundial provocada pelo Coronavírus levou o Ministério da Saúde a declarar "Emergência em Saúde Pública da Importância Nacional".

    Diante dessa grave situação vivenciada pela sociedade brasileira, o IBGE entende que a saúde e integridade de cada cidadão é o maior valor a ser preservado. Assim, considerando a natureza e a dimensão do Censo Demográfico, o qual é realizado por meio da presença de mais de 180 mil recenseadores, que visitam, por sua vez, mais de 71 milhões de domicílios no território nacional, o IBGE decidiu adiar a operação censitária para o ano de 2021.

    O IBGE agradece as contribuições oferecidas, até o presente momento, por cada um dos membros que participaram das Reuniões de Planejamento e Acompanhamento do Censo.

    O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística aguardará o apropriado momento para retomar os trabalhos, entrando novamente em contato.

     

    DICOM – DEPARTAMENTO DE IMPRENSA E COMUNICAÇÃO

    PREFEITURA MUNICIPAL DE PEDREIRA-SP

     

  • 27/03/2020 - RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA - MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO

     

     

    PROMOTORIA DE JUSTIÇA DE PEDREIRA

    RECOMENDAÇÃO ADMINISTRATIVA

     

     

    O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO, por seu órgão que esta subscreve, no exercício das atribuições que lhe são conferidas por lei, com fundamento no art. 127, caput, e art. 129, incisos II e III, da Constituição Federal; no art. 97, parágrafo único, da Constituição Estadual; no art. 25, inciso IV, da Lei nº 8.625/93; no art. 8º da Lei nº 7.347/85; e nos artigos 103, inciso VIII, e 104, incisos I e II, da Lei Complementar Estadual nº 734/93 e;

     

    CONSIDERANDO que incumbe ao Ministério Público “a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis” (art. 127, caput, da CF/88, e art. 1º, da LC nº 75/1993);

     

    CONSIDERANDO que entre as funções institucionais do Ministério Público estão “zelar pelo efetivo respeito dos Poderes Públicos e dos serviços de relevância pública aos direitos assegurados na Constituição, promovendo as medidas necessárias a sua garantia”, especialmente quanto “às ações e aos serviços de saúde” (art. 129, II, da CF/88, art. 2º e 5º, V, “a”, da LC n º 75/1993);

     

    CONSIDERANDO que a saúde é direito social constitucionalmente reconhecido (art. 6°, da CF/88) e que são de relevância pública as ações e serviços de saúde (art. 197, da CF/88);

     

    CONSIDERANDO que entre os instrumentos de atuação do Ministério Público para cumprimento de sua missão institucional, compete-lhe “expedir recomendações, visando à melhoria dos serviços públicos e de relevância pública, bem como o respeito aos interesses, direitos e bens cuja defesa lhe cabe promover, fixando prazo razoável para a adoção das providências cabíveis” (art. 129, III, da CF/88, e art. 6º, VII e XX, da LC nº 75/93);

     

    CONSIDERANDO que a defesa dos direitos constitucionais do cidadão visa à garantia do seu efetivo respeito pelos Poderes Públicos e pelos prestadores de serviços de relevância pública, cabendo ao Ministério Público notificar o responsável para que tome as providências necessárias a prevenir a repetição e fazer cessar o desrespeito verificado, bem como promover a responsabilidade pela ação ou omissão inconstitucionais (art. 11 a 14, LC nº 75/93);

     

    CONSIDERANDO as orientações expedidas pela ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE quanto ao COVID-19, entre as quais estão destacadas a declaração de pandemia e medidas essenciais relativas à prevenção;

     

    CONSIDERANDO que a alta escalabilidade viral do COVID-19, exigente de infraestrutura hospitalar (pública ou privada) adequada, com leitos suficientes e composta com aparelhos respiradores em quantidade superior à população em eventual contágio, o que está fora da realidade de qualquer centro médico deste Estado;

     

    CONSIDERANDOas demais recomendações já expedidas pelo Estado de São Paulo, inclusive de suspensão de aulas na rede pública;

     

    RESOLVE, com fundamento nos artigos 37, caput, 127, caput, 129, II e III, e 225, todos da Constituição; e 103, VII, e 113, § 1º, da Lei Complementar Estadual nº 734/93; expedir

     

    RECOMENDAÇÃO

     

    1) Destinatário:

     

    Município de PEDREIRA.

     

    2) Objeto:

     

    Deve o Município analisar eventual necessidade de decretação de situação de emergência para o enfrentamento da pandemia do novo Coronavírus (COVID-19) – caso ainda não tenha sido feito - e, em qualquer caso, de forma excepcional e com o interesse de resguardar o interesse da coletividade, determinar a adoção das seguintes medidas:

     

    1. suspender todas as atividades e serviços privados não essenciais, a exemplo de academias, shopping centers, cinemas, teatros, restaurantes e comércio em geral;
    2. suspender as atividades e os serviços públicos não essenciais que não puderem ser realizados por meio digital ou mediante trabalho remoto;
    3. proibir a entrada de novos hóspedes no setor hoteleiro;
    4. suspender todo e qualquer evento realizado em local fechado, independentemente da sua característica, condições ambientais, tipo do público, duração e modalidade, inclusive de natureza religiosa e educacional, e os eventos realizados em local aberto que tenham aglomeração prevista com mais de 15 (quinze) pessoas, independentemente da sua característica, condições ambientais, tipo do público, duração e modalidade, suspendendo-se, ainda, a expedição de novos alvarás;
    5. em relação aos velórios, limitar o acesso a 20% (vinte por cento) da capacidade máxima prevista no alvará de funcionamento, conferindo-se preferência aos parentes mais próximos do de cujus;
    6. em relação aos banheiros públicos e os privados de uso comum, deverão disponibilizar todo o material necessário à adequada higienização dos usuários, devendo ser higienizados em intervalos inferiores a 3 (três) horas, com uso diuturnamente de materiais de limpeza que evitem a propagação do COVID-19, sendo obrigatoriamente higienizados no início e ao final do expediente ou horários de funcionamento do órgão, repartição ou estabelecimento;
    7. suspender as férias deferidas ou programadas dos servidores das áreas de saúde, segurança urbana, assistência social e do serviço funerário;
    8. em relação ao transporte coletivo: (a) providenciar a limpeza e higienização total dos ônibus e vans,em especial nos pontos de contato com as mãos dos usuários, e também do ar condicionado; (b) disponibilização de álcool em gel aos usuários e trabalhadores, nas áreas dos terminais e entrada e saída dos veículos; (c) orientação para que os motoristas e cobradores higienizem as mãos a cada viagem;

     

    1. aplicar, cumulativamente, as penalidades de multa, interdição total ou parcial da atividade e cassação de alvará de localização e funcionamento previstas na legislação para eventuais descumprimentos;
    2. a ampla fiscalização pela Vigilância Sanitária de todas as medidas previstas nesta recomendação.

     

    3) Publicidade

     

    O destinatário deve conferir ampla publicidade à presente recomendação, com sua divulgação nos órgãos de publicação dos atos do Poder Público Municipal e no site do ente, nos termos do artigo 27, inciso IV, da Lei Federal nº 8.625, de 12 de fevereiro de 2003, encaminhando documentação, no prazo de 03 (três) dias do recebimento desta, que comprove as providências adotadas, bem como relatório detalhado, no prazo de 05 (cinco) dias, do exercício do poder de polícia administrativa em relação aos estabelecimentos violadores das restrições fixadas.

     

    4) Consequências jurídicas do não atendimento da Recomendação

     

    O não atendimento da presente Recomendação poderá ensejar o ajuizamento de ação civil pública pelo Ministério Público para que o Poder Judiciário obrigue a Municipalidade a promover todas as medidas necessárias, sem prejuízo de eventual ação de responsabilização civil por atos de improbidade em face dos agentes públicos omissos.

     

     

    Pedreira, 24 de março de 2020.

     

     

    Rafael Beluci

    Promotor(a) de Justiça Designado

  • 27/03/2020 - Por que demora o resultado do exame?

    O Instituto Adolfo Lutz é quem faz este exame, não apenas do covid 19, mas uma série de outros exames. Por isso, precisa de um tempo para realizar todos os testes. Isso determina a quantidade de análises que eles podem fornecer por dia. O Adolfo Lutz atende - não só Pedreira - mas todas as outras cidades do Estado. Com a pandemia, o Laboratório é o único que pode realizar os exames no Estado, e as Cidades têm de seguir uma série de normas para que os testes sejam efetivados. Sem esses procedimentos, o Laboratório não tem como entregar nenhum resultado. Você consegue imaginar uma pessoa muito doente, internada no hospital, esperando o resultado de um exame e essa análise não sai em tempo do médico poder trata-la? Seria muito ruim. Por isso, existe um protocolo para coleta de exame, que no caso de uma pandemia é muito mais rigoroso.
    Neste momento é de fundamental importância a agilidade dos Laboratórios. Eles estão no sistema nervoso de vigilância em saúde. Estão sendo revitalizados, automatizados, para garantir resultados eficientes e precisos. Todo cidadão tem direito de receber o resultado do exame de forma mais rápida e eficaz e, para isso, precisa-se de qualidade técnica. Só que o Governo Federal liberou equipamentos há pouco e nem todos estão instalados. Vão estar prontos somente quando se atingir o pico da doença do País.
    Hoje, autorizados os 27 Laboratórios Centrais de Saúde Pública (LACENs) – 26 Estados e Distrito Federal - para descentralizar o diagnóstico do coronavírus. Em São Paulo é o Adolpho Lutz.
    Segundo o Ministério da Saúde, os laboratórios centrais têm capacidade de analisar, cerca de 100 amostras de exames para a Covid-19 por dia. Já nos três laboratórios de referência- FIOCRUZ (RJ), ADOLPHO LUTZ(SP) E INSTITUTO EVANDRO CHAGAS (IEC), no Pará, essa capacidade é de cerca 200 amostras por dia. Por isso, as Cidades demoram para receber o resultado.
    Todos os testes produzidos pela Fiocruz deverão ser usados no Sistema Único de Saúde – SUS - ou seja, na Rede Pública. Não há kits de testes suficientes no Brasil para uma ação abrangente – aliás outros países enfrentam a mesma situação. Por isso, os pacientes com diagnóstico do novo coronavírus e com sintomas leves devem ficar em casa isolados, eventualmente tomando remédios para aplacar os sintomas.

    OBS: Os kits de teste estão sendo produzidos em regime de prioridade pelo Instituto Bio-Manguinhos, da Fundação Oswaldo Cruz, com produção semanal e a distribuição se dá na mesma proporção, ou seja, também são enviados aos estados semanalmente. Há um escalonamento para que se aumente a capacidade de produção, hoje em torno de 3,5 a cada três dias.
    Segue-se um padrão estabelecido pelo Ministério da Saúde, que inclui desde o isolamento do paciente até o envio de amostras de material respiratório para análise. Os médicos recolhem amostras de material respiratório (secreção da garganta ou nariz). Os profissionais de saúde devem seguir um rígido protocolo laboratorial para evitar contágio e garantir o armazenamento e transporte seguros e sem alterações das amostras coletadas.
    O protocolo laboratorial para a coleta, acondicionamento e transporte de amostras biológicas para investigação do novo coronavírus no Instituto Adolfo Lutz têm de seguir todas as etapas predefinidas.

    Espero ter conseguido sanar sua dúvida. Também aguardamos os resultados dos testes e oramos para que sejam todos negativos

  • 25/03/2020 - Pedreira iniciou a Campanha de Vacinação contra a Gripe

    Atualização - 26/03/2020 - 14h30

    A vacina contra a gripe, que chegou para esta semana – 2 mil doses – acabou novamente em pelo menos quatro horas em Pedreira. A grande procura, diante da descentralização dos postos de atendimento, fez com que o estoque se esgotasse em poucas horas pela segunda vez.
    A situação, agora, só será regularizada na semana que vem e a Secretaria de Saúde de Pedreira voltará a aplicar a dose, possivelmente, na segunda--feira, 30 de março. Estaremos confirmando a data, assim que se efetivar o recebimento das vacinas.
    Como o Governo Federal antecipou a Campanha, as doses são enviadas em lotes esparsos, não estão sendo suficientes para atender a alta demanda registrada. Todos serão vacinados. É só aguardar!

     


    A Secretaria de Saúde e o Departamento de Vigilância Epidemiológica iniciaram na segunda-feira, 23 de março, sempre das 8h às 15 horas, a primeira fase da Campanha de Vacinação contra a Influenza (Gripe), direcionada a idosos e profissionais de saúde.

    Mas atenção, não procure os Postos de Saúde e sim as seguintes escolas municipais: Jardim Santa Clara, Jardim Alzira, Altos de Santa Clara, Residencial Vida Nova – Escola Maria Helena Ferraresso Armigliato; Vila São José, Parque Bela Vista e Centro – CIMEI Neli de Fátima Petean Pozzebon (próximo a Igreja); Barbim e Vila Santo Antonio – Escola Humberto Piva; Jardim Andrade, Santa Rosa, Conjunto Santo Antônio, Oswaldo Teixeira de Magalhães e Luiz Bróglio Sobrinho – EMEI Jorge Mari; Residencial Águas de Março – Escola Municipal Professora Zulmar Deoclécia Pintor Bernardes; Rainha da Paz, Shigueo Kobayashi e Jardim Marajoara - CIMEI Dalva Maria Bueno Miranda Menoncello; Jardim Triunfo – Escola José Jurandyr Piva; Central Municipal de Saúde.

    Haverá ainda Drive Thrue, ou seja, o idoso pode ser vacinado sem sair do carro, nas dependências da Rodoviária.

    A Vacinação acontece das 8 da manhã às 15 horas. Não se desespere, a vacinação ocorrerá por etapas. “Os acamados e com dificuldade de locomoção, já cadastrados, serão vacinados, os não cadastrados devem ligar no Posto de Saúde que recebem atendimento para agendar a vacina, ressaltando que estas serão aplicadas após as 16 horas”, destacou a secretária de Saúde Ana Lúcia Nieri Goulart.

    A meta é imunizar pelo menos 90% daqueles que estão em cada um dos grupos prioritários, sendo que as doses estão sendo disponibilizadas conforme a demanda.

     

     

    DICOM – DEPARTAMENTO DE IMPRENSA E COMUNICAÇÃO

    PREFEITURA MUNICIPAL DE PEDREIRA-SP

  • 23/03/2020 - ESGOTARAM-SE AS DOSES DE VACINA CONTRA A GRIPE

    ESGOTARAM-SE AS DOSES DE VACINA CONTRA A GRIPE

    A preocupação com uma possível disseminação de gripe, que pode agravar ainda mais a situação dos mais velhos, fez com que moradores de Pedreira esgotassem, em poucas horas, o estoque de vacinas neste primeiro dia da “Campanha de Vacinação Contra a Influenza”. A cidade, que recebeu 1.700 doses, para iniciar a imunização dos idosos (60 anos ou mais e profissionais da Saúde), acolheu um número excessivo de pessoas, nas primeiras horas do dia 23 de março. Em um dos pontos, as vacinas acabaram em menos duas horas. Nas edições anteriores, o número de pessoas que procurava os Postos de Saúde era bem menor. A Secretaria de Saúde recomenda que os idosos esperem por novas informações, as quais serão transmitidas pelos canais oficiais da Prefeitura de Pedreira, nas próximas horas, pois há necessidade da Secretaria Estadual de Saúde remeter novas doses ao Município. A Prefeitura reafirma que não há motivo para preocupação. O estoque vai ser restabelecido. Não há, no momento, uma previsão para a data de recebimento dessas novas doses e não dá para prever exatamente a quantidade e o horário em que chegarão. As tratativas se iniciaram, ainda pela manhã deste dia 23 de março. A população pode ficar tranquila, sem pânico. De acordo com a Secretária de Saúde, Ana Lucia Niero Goulart, a situação já foi repassada à Diretoria Regional de Saúde e a Campanha deve ser retomada em breve. “No momento, as vacinas que estavam nos Postos acabaram porque a procura foi grande, porém, vão ser reabastecidos. Não há motivos para preocupação para a população, especialmente para idosos e profissionais de saúde, que serão imunizados nesta primeira fase”.  

    SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

    VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA